MERCADÃO: UM MISTO DE AROMAS, SABORES E CORES

Há quem ainda não conheça o famoso Mercadão (Mercado Público), mas ir ou morar em São Paulo e não conhecê-lo é como ir à praia e não tomar banho de mar. O local envolve por todos os sentidos – tato, olfato, paladar, visão, audição e, arrisca-se dizer também o coração – provocando uma viagem à uma das melhores épocas (juntando o passado ao presente) da arquitetura, gastronomia e as diversas formas que o ser humano tem para se comunicar.

O prédio, que possui décadas e décadas de história, foi inaugurado em 1933 e veio para substituir o antigo Mercado Central, que funcionava a céu aberto em plena rua 25 de Março.  Seus famosos vitrais foram importados diretamente da Alemanha, e abordam temas da agricultura e da agropecuária, como o trabalho cotidiano na terra. Ao todo são 32 painéis, subdivididos em 72 vitrais. Em 2004 passou por um processo de restauração onde foi construído o mezanino oferecendo novas opções de restaurantes da culinária brasileira, japonesa e árabe, assim como disponibilizando uma parte da nova área para a criação do Mercado Gourmet – uma cozinha totalmente equipada para aulas e eventos gastronômicos.
O espaço conta ainda com show culturais, apresentações teatrais e feiras de artesanato atraindo os mais diversos públicos.

São mais de 300 boxes distribuídos em 12.600m de área construída às margens do rio Tamanduateí, fartos e exalando simpatia, por parte dos permissionários (nome que se dá ao lojista ou comerciante que tem a permissão de uso do espaço para comercialização dos produtos) provocando uma mistura de sensações e prazeres através do que se encontra de melhor, e mais exótico, em todo esse espaço que respira e exala gastronomia.

Do pastel de bacalhau ao renomado sanduíche de mortadela (acompanhando de um chopp gelado), o Hocca Bar (instalado no mesmo lugar desde a abertura do mercado) é referência dos lanches que se tornaram verdadeiros sinônimos do lugar. Das frutas mais populares às mais exóticas, encontradas na maioria da bancas espalhadas por todas as ruas do Mercado, como o morango com damasco ou a Pitaya vermelha, conhecida também como Fruta do Dragão.

Dos amendoins torrados, envolvidos em massa salgada ou caramelizados, de petiscos para o bate papo no fim da tarde, aos queijos provolones ou bries acompanhados de um bom vinho para o jantar especial em casa, encontrados na imensa variedade do Empório Luso Brasileiro. E de uma uma mistura tropical, que adoça o paladar, que envolve sorvete de iogurte com coberturas de pistache e chocolate e frutas desidratadas, mais conhecida como Sorvete Chiappetta, que pode ser saboreado e desvendado no Empório Chiappetta.

A diversidade de alimentos e bebidas busca atender todos os paladares e, principalmente, provocar o desconhecido à prova de novos sabores não apenas para quem experimenta, mas também para quem ama cozinhar.

O Mercado também é conhecido como referência em temperos, muitos deles com ervas finas, e corantes naturais. A loja Mr. Josef é uma das únicas totalmente focadas em condimentos.
Os apreciadores de peixes e frutos do mar não podem deixar de passar na loja de Pescados Paola, que oferece uma variedade de espécies marinhas além das tradicionais.

Para os amantes da cozinha, o Portal do Mercadão disponibiliza uma variedade de receitas categorizadas e elaboradas por renomados Chefs que não abrem mão de uma gastronomia de “dar água na boca”.

Endereço: Rua Cantareira, 306 – Centro – São Paulo.
Horário de funcionamento: Segunda a sábado, das 6h às 18h.
Domingos e feriados, das 6h às 16h.

Para ir de metrô, basta descer na estação Luz ou na estação São Bento e cruzar a famosa Rua 25 de Março.

Site: http://www.oportaldomercadao.com.br/

E-book com as 7 principais localidades de Sp