ESPORTES RADICAIS: AVENTURE-SE EM SÃO PAULO!

No último artigo, postado aqui no Blog, falamos sobre os próximos feriados deste ano e levantamos algumas opções de lugares para que, esses dias de folga, possam ser aproveitados ao máximo. Dentre elas, citamos o sentimento de Adrenalina comentando sobre os benefícios de sair da rotina fazendo algo que dê “aquele frio na barriga” e que leve os pensamentos a lugares desconhecidos.

Dessa forma, no post de hoje, falaremos um pouco mais deste sentimento desafiador sugerindo lugares, aqui em São Paulo mesmo, para a prática de Esportes Radicais e, o melhor, sem precisar gastar muito. Em menos de duas horas de carro você pode estar cercado de verde, respirando ar puro enquanto pratica modalidades esportivas diferenciadas.

Chegamos a comentar, no post anterior, sobre o salto de Paraquedas em Boituva, cidade que fica a 123km da capital (o destino mais longe sugerido entre as opções abaixo): os saltos acontecem a 12.000 pés, aproximadamente 3.700m, numa velocidade de 2.000km/hora. Para os “saltadores de primeira viagem” a experiência acontece a partir do “salto duplo”, sendo que tudo o que o passageiro tem a fazer é auxiliar o instrutor durante todo o salto mantendo a correta posição do corpo, o que é treinado em solo logo antes do salto.

Normalmente são 45 seg em queda livre e, após essa queda eletrizante, o voo pode ser extremamente relaxante, ou igualmente radical, se o passageiro preferir. Curvas acentuadas, ou até mesmo a possibilidade do próprio passageiro manobrar o paraquedas, sob a orientação do instrutor, podem acontecer. A partir daí, são 5 a 7 minutos de passeio no ar. O pouso é suave e preciso.
Muitas empresas trabalham com pacotes individuais ou para grupos como, a
Sky Company ou a Boituva Paraquedismo, mas os preços podem variar de R$250,00 a R$650,00 dependendo dos serviços complementares como, fotos e/ou vídeos, bem como, o peso do passageiro.

Não importa o dia, se é feriado ou final de semana, muitas pessoas se reúnem na Ponte do Metrô Sumaré para fazer rapel e rope jump (pendulo). Sim, em meio ao asfalto e à vias movimentadas da cidade!
A ponte oferece uma queda de 30m de altura e a atividade é aberta para todas as idades.
Para utilizar os equipamentos, receber orientações básicas e o acompanhamento de um instrutor é cobrado uma taxa de R$20,00 a R$30,00.  Mas, quem preferir pode contratar o serviço de uma agência.
Os saltos acontecem na Av. Dr. Arnaldo, número
1470 no Sumaré, a apenas 10km do Hostel.

Praticar esportes radicais em um verde exuberante ajuda, ainda mais, no relaxamento e distração dos pensamentos, então não podemos deixar de falar do Parque Estadual da Cantareira, reconhecida como a maior floresta urbana nativa do mundo, localizado na zona norte da capital paulista. São mais de 30 parques estaduais e municipais, que abrigam quedas-d’água, nascentes e animais – alguns, inclusive, ameaçados de extinção, como o bugio, o gato-do-mato e o gavião-pomba. A Ecoturismo Brasil oferece saídas mensais para o Parque, com passeios com duração de um dia inteiro, por, aproximadamente, R$49,00. Já a Cantareira Adventure promove trilhas de 7km até 22km, com entradas variando entre R$22 e R$60.

E por último, não podemos esquecer da famosa caminhada a pé em meio à natureza, conhecida também como trekking ou hiking, uma das modalidades mais populares entre os esportes de aventura, por ser barata, rápida e ter diversos níveis de dificuldade. E o que não falta na capital paulista são trilhas, para todos os gostos: o Parque Estadual do Jaraguá, com trilhas auto guiadas com a presença de monitores, na zona oeste da cidade; e o Parque Ecológico de Guarapiranga, na zona sul.

Para essas caminhadas sugere-se usar tênis, roupas leves, boné, protetor solar e óculos escuros proporcionando conforto e um passeio que seja apreciado “à altura”.
Hidratação e alimentação leve é fundamental, com muita água, isotônico, sucos naturais (evite os cítricos, pois são de difícil digestão), barras energéticas, frutas e carboidratos em gel.

COMO CHEGAR:

  1. Parque Estadual da Cantareira
    Rua do Horto, 1799 – Horto Florestal | Núcleo Pedra Grande
  • 2740-41: Metrô Parada Inglesa x Horto Florestal.

Similares:

  • 2740-10-0: Metrô Santana
  • 1783-41-0: Metrô Parada Inglesa
  • 1764-41-0: Metrô Parada Inglesa
  • 1783-21-0: Metrô Tucuruvi
  • 1722-10-0 – Tucuruvi.

O Parque não oferece estacionamento interno, mas há algumas vagas na Rua do Horto, próxima à sua entrada.

  1. Parque Estadual do Jaraguá
    Rua Antônio Cardoso Nogueira, 539 – Vila Chica Luisa

Linhas:

  • 8040: Lapa – Sol Nascente
  • 8047: Lapa- Jaraguá
  • 8696: Praça Ramos – Jaraguá
  • Estação Vila Clarice: Linha 7 Rubi da CPTM, com destino a Francisco Morato e depois pegar o ônibus Sol Nascente ou Jaraguá. O desembarque é na entrada do Parque.
  1. Parque Guarapiranga

Terminal Santo Amaro

  • 6028 – Riviera
  • 737G – Terminal Guarapiranga

Terminal Guarapiranga

  • 6019 – Jardim Alfredo
  • 7710 – Metrô Ana Rosa – Terminal Guarapiranga

Terminal Bandeira

  • 6505 – Terminal Guarapiranga

Mais informações: www.sptrans.com.br

E-book com as 7 principais localidades de Sp