DICAS PARA SAIR DA ROTINA NOS FERIADOS

Eis que o carnaval acabou e o ano realmente começou, segundo palavras de muitos brasileiros que nos cercam.

Mas os feriados não param por aí, 2017 tende a ser o ano com as melhores folgas, pois muitas delas caem na segunda ou na sexta-feira, fora aquelas de quinta que “nos dão de lambuja” a sexta, que maravilha, hein?

E para que esses dias possam ser aproveitados, de verdade, ao lado de familiares, amigos ou até mesmo sozinho trazemos algumas dicas de lugares para aqueles que não têm muito tempo para se planejarem, mas que não abrem mão de saírem da rotina nesses dias livres.

Sabemos que a grande incógnita que pode impactar no cronograma da viagem é o lugar e essa escolha está totalmente relacionado ao propósito dessa viagem: calmaria, adrenalina, natureza com muito verde e ar puro ou ainda retornar a um lugar já visitado para aproveitar lugares não conhecidos antes. As possibilidades são muitas, mas é uma pergunta fácil de ser respondida:

1. PRAIA?

 

O verão já está praticamente no fim, mas colocar os pés na areia e molhar as mãos na água do mar pode ser revigorante em qualquer estação do ano. E ir à praia fora da alta temporada pode ter pontos muito positivos: não há disputas por lugar na areia para colocar a cadeira, nem filas para comprar a água de coco e, principalmente, os preços caem pela metade.
Devemos considerar também que o nosso Brasil brasileiro está “recheado” de praias exuberantes, que estão sempre no Verão, como Maceió, Maragogi e Porto de Galinhas. E o melhor, é possível conhecer essas três praias, de carro, num intervalo de apenas 4h.

2. CAMPO?

 

Ar puro, jardins floridos e um vinho em um salão estilo europeu, pra quê mais sossego? Casas de campo (considera-se aqui hotéis, pousadas e hostels) são ideais para quem busca tranquilidade, e concentração, para ler um livro ou escutar uma boa música; como para aqueles que querem, há algum tempo, um momento só a dois. Opções não faltam e é possível garantir que muitos se sentirão na Europa sem nem sair do Brasil, do Norte ao Sul do país encontram-se rotas fantásticas e pontos culturais que instigam os estudos. Que tal o Vale dos Vinhedos em Bento Gonçalves no Rio Grande do Sul? Ou o verde dos Vales de Campos do Jordão em São Paulo? E por que não a cidade de Tiradentes, em homenagem a um dos feriados que ainda está por vir, em Minas Gerais?

3. ADRENALINA?

Muitas pessoas que querem sair da rotina procuram esportes radicais para conseguirem colocar os pensamentos em ordem e até mesmo descansarem, acredite se quiser. Com o ritmo acelerado que a vida moderna exige é cada vez mais evidente a necessidade do ser humano em buscar novas experiências que os façam sentir emoções e sensações inéditas, não existentes em sua rotina diária. Com isso a busca por esportes de risco vem crescendo constantemente, visto que muitos destes satisfazem os desejos por novas experiências. E para quem busca este tipo de “novidade”, o que não falta são paisagens de tirar o fôlego, literalmente.
Entre os top 10 em destinos de viagens e esportes radicais no Brasil, os três mais procurados são: Paraquedismo em Boituva, São Paulo; Surfe em tubos perfeitos e com ondas de mais de 5m de altura na Ilha dos Lobos em Torres, Rio Grande do Sul (assim como o inverno do sul é de congelar, o verão é de derreter, pode acreditar) e, não podendo faltar, um dos mais procurados, o Rapel, só que em Bonito no Mato Grosso do Sul – é o famoso Abismo das Anhumas, que faz da cidade um dos lugares mais bonitos para se praticar este esporte. São 72 metros de altura que se tornam satisfatórios quando se chega na caverna que esconde um lago submerso.

4. SUA PRÓPRIA CASA?

Há quem prefira o aconchego do seu lar para os dias de descanso e, até mesmo, para conseguir aproveitar, na sua casa, o que não é possível durante a rotina de trabalho e afazeres.
Assista aquele filme que há muito tempo está salvo no computador ou o livro emprestado que pode trazer uma nova visão sobre as coisas. Conheça o restaurante novo que abriu na cidade, e que tem recebido muitos elogios por parte dos amigos, ou faça uma caminhada matinal pela avenida reconstruída. Quando conseguimos parar para observar as coisas, estas podem ser vistas por outros ângulos e com bons olhos, o que a correria diária acaba impossibilitando que aconteça.

Novos lugares, novas pessoas ou até mesmo um lugar já conhecido, mas visto de outra forma, permitem que a vida seja saboreada, e aproveitada, de maneira leve e de “brinde” ainda voltamos com novos pensamentos, novas ideias e estratégias até então não executadas. Sabemos que pra isso não é preciso um feriado mas, vamos e venhamos, dias de folga “estabelecidos” não fazem mal a ninguém e, até mesmo o chefe, agradece. 🙂